06/02/2015

ANP dá sinal verde à produção do Biometano em grande escala.

ALBARI Gelson Pedroso é o responsável pela usina ALBARI Gelson Pedroso é o responsável pela usina

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgou esta semana as regras para a especificação do biometano destinado ao uso veicular e às instalações residenciais e comerciais. A medida permitirá a utilização desse insumo na rede de distribuição de gás natural brasileira, ampliando a oferta do energético no país. O biometano é um gás produzido a partir de resíduos sólidos e de dejetos de animais. Em Montenegro, a Cooperativa dos Citricultores Ecológicos Ecocitrus possui uma planta de desenvolvimento, que já produz o combustível, cuja capacidade será multiplicada rapidamente.

A usina de biogás instalada pela Ecocitrus em Passo da Serra é fruto de uma parceria da cooperativa com a empresa Naturovos, de Salvador do Sul, e a Sulgás, e deu origem ao Consórcio Verde Brasil. A planta é a única no Brasil a transformar biometano em gás natural veicular. Esterco de poedeiras, restos de frutas e outros materiais orgânicos que chegam à usina são utilizados como matéria-prima. Os substratos passam por várias etapas até gerar o gás metano, que precisa ser purificado antes de ser usado como gás veicular, batizado de GNVerde.

Dos cerca de R$ 4 milhões aplicados em pesquisa, desenvolvimento e infraestrutura para a usina de Montenegro, cada empresa integrante do consórcio (Ecocitrus, Sulgás e Naturovos) participou, até agora, com um terço do valor. A produção, ainda em caráter experimental, fornece energia para as instalações da cooperativa e abastece cerca de 40 veículos da própria Ecocitrus e de associados que fizeram a adaptação.

De acordo com o diretor da usina, Albari Gelson Pedroso, a resolução da ANP é o marco regulatório que faltava para a produção do combustível em larga escala. Na prática, o biometano é entregue à Sulgás como Gás Natural Veicular (GNV), ficando a comercialização a cargo da estatal.

“Como se trata de uma fonte de energia renovável, com preço mais acessível, o uso deve ser ampliado rapidamente, à medida que novos postos de abastecimento forem espalhados pelo país”, aposta Pedroso. Segundo ele, com a normatização, os produtores ganham sinal verde para realizar novos investimentos para colocar o insumo à venda. A própria Ecocitrus, a partir de agora, passa a trabalhar na construção de uma nova planta, que permitirá elevar o fornecimento para até 20 mil metros cúbicos por dia, cinco vezes a média atual.

Segundo estimativas da consultoria Gas Energy, o potencial de produção de biometano do país é de 30 milhões de metros cúbicos diários. O volume equivale a 34% do total de gás natural produzido no Brasil em setembro de 2014 (88,9 milhões de metros cúbicos diários), de acordo com a ANP.

 

Vantagens do Gás Natural Veicular

Aumento da vida útil do óleo
Já que não há contaminação do lubrificante, o prazo de troca pode aumentar 1.000 ou 2.000 quilômetros.

Limpeza da injeção
Por ser um combustível mais limpo, o gás não deixa acumular resíduos nos bicos injetores.

Aumento da vida útil do escapamento
Não há o acúmulo de água proveniente da gasolina e do álcool, por isso, o sistema dura até 20% a mais do tempo.

Economia
Além de econômica, a conversão possibilita uma redução de até 75% no valor do IPVA e proporciona uma média de economia de até 50% sobre o valor litro da gasolina, dependendo do posto.

Combustível menos poluente
O GNV diminui sensivelmente o impacto ambiental, reduzindo emissões de poluentes na atmosfera.



Seu bolso

O site da Sulgás (www.sulgás.rs.gov.br) possui um simulador que permite verificar a economia gerada pelo consumo do GNV em relação à gasolina. Tomamos por base um veículo de motorização 1.0, com autonomia de 12 km por litro e que trafega 100 km por dia. Veja a diferença:

---------------------------------------------------------
Preço da gasolina – R$ 3,39 por litro
Autonomia – 12 km/litro
Despesa diária – R$ 28,25
Despesa mensal – R$ 847,50
---------------------------------------------------------
Preço do GNV – R$ 2,19 por metro cúbico
Autonomia – 13 km/m³
Despesa diária – R$ 16,85
Despesa mensal – R$ 505,38
---------------------------------------------------------
ECONOMIA – R$ 342,12 = 40,36%
---------------------------------------------------------
* A adaptação de um veículo para o uso do Gás Natural Veicular custa em torno de R$ 3 mil.

 

Fonte: Jornal Ibiá - Márcio Reinheimer