10/10/2014

2014: um ano duplamente importante

Pequenos produtores trabalhando em família Pequenos produtores trabalhando em família

Chegou o último trimestre do ano e, daqui a pouco, vai começar o tradicional período de comemorações. Para a Ecocitrus, no entanto, 2014 já poderia ser celebrado antes de mesmo de começar.

Em novembro do ano passado, em uma cerimônia na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), 2014 foi lançando como o Ano Internacional da Agricultura Familiar, uma clara demonstração da relevância desse tema no contexto mundial, principalmente no que diz respeito à segurança alimentar.

Um estudo recente em 93 países apontou que as produções familiares representam mais de 90% de todas as produções agrícolas, informação que foi divulgada pelo diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), José Graziano da Silva, durante o Fórum Global e a Exposição sobre Agricultura Familiar, em março deste ano, em Budapeste, na Hungria.

No Brasil, a agricultura familiar também tem um papel de destaque. Segundo informações do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), mais de quatro milhões de propriedades familiares rurais são responsáveis por 33% do Produto Interno Bruto (PIB) Agropecuário e 74% dos empregos no campo.

Além de assegurar a produção de boa parte dos alimentos que fazem parte do dia a dia da população, a agricultura familiar também contribui para a geração de empregos, a manutenção das famílias no campo, a estabilidade dos preços, a preservação do meio ambiente, assim como para a conservação das particularidades culturais das diferentes regiões do país.

Ter a importância da agricultura familiar reconhecida pela ONU já faria, portanto, de 2014 um ano especial. Ocorre que 2014 também marca os 20 anos de atividade da Ecocitrus, o que torna este ano duplamente importante para a Cooperativa.

Chegar a duas décadas de uma trajetória ascendente no ano em que a agricultura familiar recebe a atenção de um dos mais conceituados organismos internacionais, reforça a certeza de nosso propósito e da nossa escolha.

No início éramos apenas 14 pequenos citricultores, hoje já são mais de 100 associados contribuindo para a produção de alimentos saudáveis, por meio da agricultura familiar, orgânica e sustentável.